Guerras do Alecrim e Mangerona voltam à vida no Cistermúsica 2018

27
Julho

26.ª edição do Cistermúsica apresenta, em co-produção com a Artemrede, a estreia moderna da ópera barroca de marionetas de António José da Silva (o Judeu) e António Teixeira a 28 de julho no Cine-Teatro de Alcobaça

Será um dos grandes acontecimentos da atual edição do Cistermúsica – Festival de Música de Alcobaça e a oportunidade única para revisitar uma das obras mais raras do património musical português: a ópera joco-séria Guerras de Alecrim e Manjerona (1737), da parelha António José da Silva (o Judeu) e António Teixeira, terá a sua estreia moderna no dia 28 de julho, às 21h00, no Cine-Teatro de Alcobaça – João d'Oliva Monteiro.

Esta ópera barroca em língua portuguesa, interpretada pelos Músicos do Tejo e pelas S.A. Marionetas, contará com encenação de Carlos Antunes e um elenco de luxo composto por alguns dos mais conceituados cantores e atores nacionais: Joana Seara, Luísa Cruz, Susana Gaspar, Carla Vasconcelos, Marco Alves dos Santos, André Lacerda, João Fernandes, Tiago Mota e António Machado.

Refira-se que Guerras do Alecrim e Mangerona de António José da Silva foi representada pela primeira vez no Teatro do Bairro Alto, no carnaval de 1737, com recurso a marionetas, constituindo hoje não só a obra central deste dramaturgo português mas também uma das herdeiras de uma tradição do teatro Ibérico, que tinha nesta época muita presença nos pátios de comédia da cidade de Lisboa.

É deste mundo que emana a sátira social recorrendo a arquétipos de personagens como criados, baixa nobreza com suas aspirações a riqueza e estatuto, médicos e juízes. No entanto, a indicação de que esta se trata de uma Ópera Joco-Séria por parte do seu autor, põe-na já em relação com a nova corrente da Ópera Italiana que se ia introduzindo nos teatros da Corte. Trata-se assim, não apenas de uma comédia de crítica social, mas também de crítica aos novos padrões de teatro.

Itinerância
Depois da estreia em Alcobaça, Guerras de Alecrim e Mangerona será apresentada no dia 29 de julho, às 21h00, no Palácio do Marquês de Pombal, em Oeiras, no âmbito da programação com selo da Artemrede. Este espetáculo integrará ainda a programação do 2º Manobras – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas, que terá lugar de 14 de setembro a 31 de outubro em 11 municípios associados da Artemrede. Nessa altura, As Guerras... viajará até mais quatro municípios: Tomar, Pombal, Abrantes e Palmela.

Subscreva a newsletter do Cistermúsica