La Grande Chapelle

Espanha
Redes
27
junho

16h00
Local: Igreja São João Baptista do Lumiar · Lisboa

Obras em Latim, de José de Baquedano

Agrupamento de Música Antiga

Apesar da sua importância e da qualidade artística da sua produção musical, o compositor de Navarra, José de Baquedano [Vaquedano], não foi suficientemente apreciado, talvez devido à sua posição cronológica entre duas grandes figuras do século XVII: Juan Hidalgo e Sebastián Durón. Deixando a sua terra natal, Puente la Reina, Baquedano mudou-se para Madrid, onde vestiu o hábito trinitário no Convento dos Trinitários Descalços. Estudou com Matías Ruiz, mestre de capela do Mosteiro Real da Encarnação. O seu prestígio nos círculos musicais espanhóis alcançou tamanha dimensão que, em 1680, órgão de direcção da Catedral de Santiago de Compostela ofereceu-lhe o lugar de mestre de capela, ocupado durante quase 30 anos. Nas suas obras sacras, Baquedano alcançou uma simbiose admirável entre o estilo moderno e as linguagens polifónicas tradicionais.

 

Programa

Assumpta est Maria, motete à Assunção a 8 vozes*

Senex puerum, motete à Purificação a 8 vozes*

Interveniat pro nobis, motete às Dores da Virgem Santíssima a 8 vozes

Domine ne in furore, motete de defuntos a 8 vozes (1674)

O crux, ave spes, motete de Paixão a 4 vozes*

Incipit Lamentatio… Aleph. Quomodo sedet, lamentação I de Quinta-feira Santa a 8 vozes

Iod. Manum suam, lamentação III de Quinta-feira Santa a 6 vozes com “vihuelas”

Miserere, salmo a 10 vozes para Quinta-feira Santa**

Laudate Dominum, salmo para as vésperas em oitava a 12 vozes

*Recuperação musicológica
**Revisão musicológica

Subscreva a newsletter do Cistermúsica