Guerras do Alecrim e Mangerona

PORTUGAL
Principal
28
Julho

21h00
Local: Cine-Teatro João d'Oliva Monteiro

Ópera Barroca de Marionetas

Os Músicos do Tejo, Orquestra
Marcos Magalhães e Marta Araújo, Dir.

Marcos Magalhães, Direção Musical

S.A. Marionetas - Teatro & Bonecos, Construção de marionetas, figurinos e cenários
José Manuel Valbom Gil, Direção de manipulação

Carlos Antunes, Encenação e Adaptação
Rui Monteiro, Desenho de Luz
Margarida Antunes, Assistente de Encenação

Elenco

Joana Seara, Dona Cloris
Luísa Cruz, Dona Nize
Susana Gaspar, Sevadilha
Carla Vasconcelos, Fagundes
Marco Alves dos Santos, Dom Gil Vaz
André Lacerda, Dom Fuas
João Fernandes, Semicúpio
Tiago Mota, Lancerote
António Machado, Tibúrcio

"Guerras do Alecrim e Mangerona, Ópera Joco-Séria” de António José da Silva foi representada pela primeira vez no Teatro do Bairro Alto em 1737, com música de António Teixeira e com recurso a marionetas. Obra central deste dramaturgo português, as “Guerras” são uma comédia de crítica social, mas também de crítica aos novos padrões de teatro de Ópera italiano que ia surgindo.

Neste enredo de enganos e confusões temos dois caça-dotes, D. Gilvaz e D. Fuas, que se cruzam na rua com duas irmãs, D. Cloris e D. Nize, e logo se declaram interessados em conquistá-las. Ambas se declaram pertencentes a dois ranchos rivais, o do Alecrim e o da Mangerona, estabelecendo-se assim também a rivalidade entre os dois rapazes. Eles fazem-se acompanhar por Semicúpio, ardiloso criado de D. Gilvaz, que se enamora por Sevadilha, criada das duas irmãs.

Logo descobrem que D. Cloris e D. Nize são sobrinhas de D. Lancerote, velho rico, que pretende casar uma delas com seu sobrinho D. Tibúrcio. Semicúpio, com seu engenho e tramóias vai ajudar D. Gilvaz na sua conquista. Por seu lado, D. Fuas será ajudado por Fagundes, velha criada de D. Lancerote.

Várias vão sendo as tentativas por parte de Semicúpio e Fagundes de juntar os dois casais e de promover o encontro em casa delas sem que o velho tio saiba. Há entradas dentro de caixas que parecem assombradas, vestem-se os rapazes de mulheres, de médicos e até de juiz, para tudo terminar em vitória final, ordenando o “juiz” Semicúpio que se casem D. Gilvaz com D. Cloris, D. Fuas com D.Nize e ele próprio, Semicúpio, com Sevadilha, pondo assim fim às guerras entre o rancho do Alecrim e o da Mangerona.

Plateia: Preço: €18 · Preço Especial: €15
Balcão e Plateia: Preço: €15 · Preço Especial: €12

Subscreva a newsletter do Cistermúsica